Paisley: conheça a história da estampa

Paisley

Bom, que a nova coleção Bandana Patchwork da Converse, que traz a icônica estampa também conhecida como Paisley, é um arraso e peça fundamental para um outfit contemporâneo e autêntico, nós já sabemos. Porém, você sabe o que é Paisley? De onde vem? Segue a leitura e descubra quanta história carrega este design de estampas tão estimado, de geração em geração.

As origens

A princípio, é preciso ressaltar que não há uma data exata sobre o surgimento do Paisley. No entanto, suas origens se voltam para o Oriente, mais especificamente entre o atual Irã, Paquistão e Índia – em especial numa região conhecida como Caxemira. Cada cultura, em cada período, denominava-o de uma forma diferente, os antigos persas, por exemplo, o chamavam de boteh, cujo significado pode ser traduzido para “arbustos”, e sua essência pode estar ligada ao zoroastrismo (religião fundada na antiga pérsia).

Bloco de impressão para tecidos
Bloco de impressão para tecidos, original do Irã. 

Do Oriente para o Ocidente

Apesar do padrão ter origem do outro lado do mundo, o nome pelo qual conhecemos em inglês, Paisley, deriva da cidade de mesmo nome no oeste da Escócia, um centro têxtil onde a estampa foi largamente produzida, e de lá, difundida por todo o Ocidente entre os séculos XVIII e XIX – não é atoa que neste momento, na região da Grã-Bretanha, a revolução industrial dava seus primeiros passos com as primeiras fábricas de tecidos. A produção em larga escala foi fator determinante tanto para popularizar a estampa entre a classe média, quanto para frear sua difusão neste período.

Bandana com estampa Paisley

Década de 1960: o renascimento Paisley

Do século XIX, pulamos para o XX: a década de 1960 foi extremamente importante para o renascimento da estampa Paisley. Isso porque artistas das diversas áreas da cultura europeia e norte-americana passaram a ter certa fixação pela cultura oriental. Um dos grandes exemplos é nada mais, nada menos que The Beatles, que incorporaram o Paisley em seu visual em meados da década de 1960 e contribuíram para a propagação do visual na cultura pop da época. Já as clássicas bandanas Paisley, apesar de sua origem datar do início do século, ganharam mais destaque no mesmo período, pois além de compor o visual de rockstars, também foi incorporada ao visual do cowboy nos filmes de Western americanos.

The Beatles
The Beatles

Paisley: versátil e Atemporal

Em cada período, a estampa Paisley esteve relacionada a diferentes significados, de forma mais segmentada. Porém, atualmente a estampa tornou-se mais versátil, podendo ser usada por qualquer pessoa, de diferentes estilos e em diversas cores, peças, tecidos e estações do ano. No inverno, por exemplo, a estampa pode seguir um look com cores mais sóbrias e escuras; no verão, em tecidos mais leves e cores mais alegres, vibrantes. Além da estampa compor peças do vestuário, também é incorporado na nova coleção Converse Bandana Patchwork: os clássicos Chuck Taylor e o especial Chuck 70 recebem o design Paisley com um mix de cores para compor um outfit estiloso e atemporal.

Coleção Tênis Converse Bandana Patchwork

Depois de viajar no tempo com essa leitura e descobrir quanta história e expressividade possui o Paisley, bora montar looks incríveis com ele?

LEIA +FJÄLLRÄVEN: CONHEÇA NOSSA NOVA MARCA PARCEIRA

Siga a gente nas redes sociais e fique por dentro de tudo que rola por aqui!

Instagram @lojavirus41 | Facebook /LojaVirus41 | Twitter @LojaVirus41